Conte sua História

Todos temos algo para contar, uma mensagem para passar. Por vezes nem nos apercebemos. No entanto, quando escrevemos, conseguimos enxergar o quão fortes e bravos fomos por conseguir enfrentar tal situação.

Um câncer, um diagnóstico de ELA, um assalto, um divórcio, a perda de um ente mais que querido, um erro médico,….são tantas as “pedras” que podem aparecer no nosso caminho! E que lições tiramos delas? O que podemos passar aos outros? Às vezes nem pensamos mas quando contamos a nossa história, existe sempre alguém a quem estamos ajudando. Partilharmos experiências ajudam o próximo e….ajudam… a nós próprios! Uma terapia gratuita e eficaz que beneficia a sociedade.

Experimente contar a sua história e veja o resultado. Mande um e-mail para vania@minhavidacomigo.com com seu nome, idade, estado civil, cidade e País, que eu vou ler com carinho. Responderei com mais questões, se achar necessário e depois, publico aqui, no Blog e nas redes sociais. :)

Beijo no coração.

Conheça as “Histórias que Inspiram” já publicadas AQUI.

 

qualasuahistoria

 

Historias que inspiram

Livro_MinhaVidaComigo_Venda-02

41 Comentários to “Conte sua História

  1. Maria Helena Antunes Victorino Gomes
    30 de março de 2017 às 15:38

    Boa tarde Vânia

    Tive o prazer de”esbarrar” com o seu blog enquanto procurava soluções para a minha “futura” careca.
    O meu nome é Helena Victorino Gomes (Lena) e sou Portuguesa. Vivo na Lousã, uma bela vila histórica do distrito de Coimbra (cidade Universitária). Tenho 54 anos, sou casada e tenho um filho de 17 anos. Sou professora de Inglês mas, neste momento, já não lecciono. Após 25 anos de carreira decidi pedir a exoneração em 2015, dedicar mais tempo à família e a mim mesma. Infelizmente, quando tudo estava a correr bem, foi-me diagnosticado carcinoma da mama em janeiro deste ano. Fui operada dia 2 de março, tudo correu bem, o resultado da anatomia patológica ao gânglio sentinela e aos tecidos retirados foi, felizmente, NEGATIVO. Amanhã, dia 31 de março irei ter a minha 1ª consulta pós-operatório, aí saberei em concreto qual o protocolo escolhido. Inicialmente, antes da operação, o meu médico disse que teria de fazer 8 ciclos de quimioterapia, radioterapia e levar uma vacina durante 1 ano. Agora resta-me esperar… amanhã saberei o que me espera.
    Tenho andado ansiosa, apreensiva e tenho muitos medos. Tive a ler algumas das suas publicações, foram uma grande ajuda, tenho muitas dúvidas… tudo é novo para mim. Quero sair BEM deste pesadelo, o mais depressa possível, embora saiba que ainda tenho um caminho muito longo pela frente. São casos como o da Vânia que me dão muito alento e esperança. Fico muito feliz pela sua recuperação e desejo-lhe muitas felicidades.

    Um grande beijinho

    Lena

  2. 27 de janeiro de 2017 às 21:48

    quando eu era criança certo homens botaram tanta coisa ruim na minha mente e por isso começei a fazer o errado e pessoas ficaram contra mim e depois homens foi se revelando para mim me fazendo mal por muito dia, as pessoas me criticam muito, homens por homem não me deixar em paz, as pessoas me odeiam, não aguento mais uma vida dessa, sou evangelico, tenho traumatismo, ansiedade, problema na mente e sou especial, já tentei até tirar a minha própria vida.

    • 7 de fevereiro de 2017 às 15:02

      Olá Aedson,
      A vida é sempre difícil e cada um é especial pelo que é, tal como você também é especial.
      Entendi que tem tido uma vida difícil, com muita mágoa, mas mesmo com dor tem conseguido superar os seus problemas. Vai haver sempre gente ruim e o dom da vida é conseguir passar entre toda a ruindade, mesmo com ansiedade, mas reagindo e continuando a lutar, pelo seu bem e pelo bem das pessoas que estão em seu redor.
      É difícil mas tente substituir o ódio do seu coração e troca-lo por afecto. O ódio traz mais ansiedade e mais tristeza apenas a você. Pense em opções positivas que o façam sentir melhor como o amor ao próximo, o ignorar as pessoas que o magoam ou simplesmente afastar-se de quem o magoa.
      Um grande beijinho
      Vânia

Escreva um comentário

*