Recentemente diagnosticada? Dicas de uma sobrevivente de câncer

cancer_minha vida comigoUm diagnóstico de câncer de mama (ou outro tipo de câncer) pode ser um desafio emocional, físico e espiritual. Há muita ajuda à qual você pode recorrer, mas por agora, a orientação mais importante que posso dar é cuidar das coisas um passo de cada vez. Eu recebo frequentemente o contato de mulheres que são recém-diagnosticadas com câncer de mama, amigos ou familiares de alguém que esteja passando por isso. Converso com essas mulheres e ajudo a dar novas perspectivas e ferramentas. Uma forma de ajudar e viver a minha missão profissional e humana.

Aqui estão algumas das coisas que eu tento passar para aqueles que são novos no “mundo” do câncer:

• Permita se assustar. Você é apenas humana. Se você realmente se permitir sentir o seu medo, você pode aprender a lidar com ele.

• Coloque-se em primeiro lugar. Diga NÃO às pessoas e atividades tóxicas e ao estresse. Você já tem coisas suficientes com que lidar, na sua vida, neste momento.

• Monte uma equipe de amigos e familiares que possam ajudar. Não seja tímida. Diga-lhes exatamente o que você precisa. Muitas vezes, mesmo aqueles que conhecem você bem se sentem estranhos e não sabem o que fazer.

• Peça a um amigo ou familiar que a acompanhe a consultas médicas importantes. Ele pode tomar notas e fazer perguntas. Você vai ser uma bola de emoção, antecipação e medo – não é o melhor para pensar com clareza.

• Mantenha um arquivo com todas as suas informações médicas em um só lugar, com guias para consultas, remédios, resultados de exames, artigos, contas, informações, cirurgia, quimioterapia e radioterapia. E tire foto de tudo para que esteja sempre acessível com você. Leve-o para cada consulta.

• Peça uma segunda opinião e procure saber mais sobre o seu tipo especifico de câncer. Faça perguntas. Não aceite um não como resposta se você não está esclarecida. Esta é sua vida. Lute por ela.

• Muitas vezes você vai sentir como se estivesse sendo recebida com um balde de água gelada de informação e emoção. Descanse. Tente fazer algo que você gosta todos os dias. Dê um tempo do assunto câncer.

• Pode haver momentos em que você se sinta oprimida, quebrando em pedacinhos. Leve as coisas um dia de cada vez. Se concentre numa etapa de cada vez. Um tratamento de cada vez. Concentre-se no agora. Tente não se preocupar com o que está por vir, porque isso é impossível de prever e controlar e só traz estresse e angústia.

• Aceite que o seu caso pode mudar. Os médicos podem pensar uma coisa no início, obter novas informações e mudar de rumo. Não se surpreenda com isso. Não é incompetência ou falta de previsão, é apenas como o tratamento do câncer pode prosseguir.

• Cada dia, tente pensar em algo bom, por pequeno que seja. Pode ser rosas em um vaso, o riso de uma criança, ou o fato de que a agulha que usaram ser menos assustadora do que você esperava, uma dose extra de energia, uma volta a mais no parque…. Agarre-se à pequenas coisas boas. Você vai precisar delas.

Por mais que você se sinta sozinha, você não está. Procure apoio quando precisar, não tente lidar com tudo sozinha. O seu corpo e as pessoas à sua volta vão agradecer.

Um beijo no coração.

vania castanheira

Siga também:
Instagram e Twitter @minhavidacomigo
Facebook https://www.facebook.com/MinhaVidaComigo
Youtube https://www.youtube.com/user/vaniacastanheira

2 Comentários to “Recentemente diagnosticada? Dicas de uma sobrevivente de câncer”

  1. Giovana
    2 de outubro de 2017 às 12:37

    Olá, Cristiane lemos
    Eufui diagnosticada com câncer de mama em março deste ano. Estou fazendo quimio desde maio,a última qquimio será dia 25 de outubro. Depois farei a cirurgia e as rádios. Posso te dizer que não é fácil. Mas, se vc manter a sua mente ocupada com pensamentos positivos, atividade física regularmente e muita fé em Deus, vc tira de letra essa fase. Eu procuro me concentrar sempre nos dias bons, os ruins passam e eu nem lembro. Vc vai ter uma intimidade muito grande com Deus, o qual lhe dará a direção certa. Não desanime, a vida é muito preciosa e somos guerreiras. Sempre penso que a quimio é uma parceira muito imprevisível mas fundamental para a minha cura, e logo a deixarei, não sentirei saudades, mas serei eternamente grata a ela. Se agarre nos pensamentos bons e vc será uma vencedora sem dúvida. Um grande abraço.

  2. Cristiane Lemos
    27 de julho de 2017 às 15:50

    Oi Vânia boa tarde,
    Acabo de ser diagnosticada com o carcinoma in situ na mama esquerda, fiquei dias muito deprimida e com medo, seu site tem me ajudado muito, tirando dúvidas e me dando força. Obrigada em meu nome e de todas mulheres que estamos passando por isso.

Escreva um comentário

*