Viviane Bernardo – Historias que Inspiram #66

A história desta semana é da Viviane do Rio de Janeiro. Ela tem 31 anos, é casada e Nutricionista.

Em Junho de 2015 durante um auto exame senti um caroço no seio esquerdo. Lembro de ter comentado com meu marido e ele disse “marca logo um médico pra ver isso”. Na época trabalhava numa empresa onde tudo era muito estressante e idas aos médicos davam sempre problemas porque a dona da empresa não gostava da ausência dos funcionários. Como ia entrar de férias em Julho, marquei a consulta para esse mês.

A ginecologista me avaliou e disse que se tratava de um cisto, ainda me disse que provavelmente tinha a ver com o tipo de sutiã que eu usava (o que muito me estranhou na hora). Mesmo assim, ela me passou um pedido para ultrassom (detalhe, havia 6 meses que tinha feito uma e estava tudo ok). O exame deu categoria 4 (o que significa algo suspeito), voltei então na médica que me mandou fazer uma mamografia. O resultado deste exame veio grau 1, o que deixou mais tranquila.

Porém ao voltar na ginecologista ela me mandou fazer uma ressonância já que os resultados estavam tão discrepantes. E com esse exame as coisas ficaram um pouco mais claras, o resultado veio grau 5 (o que é quase garantia de noticias não muito boas).

Meu pai, cuja prima teve câncer de mama há uns anos atrás, marcou uma consulta com um mastologista que assim que me examinou e viu meus exames me falou: “você vai fazer a biópsia para confirmar mas te digo agora que ela vai voltar positiva para malignidade!” Isso foi em setembro, apenas 3 meses depois que senti aquele caroçinho!!

Ele me encaminhou para um oncologista e quando a biópsia ficou pronta estava confirmado o que eu tanto temia: era câncer! Negativo pra her2 mas positivo para hormônios!

Achei que essa era a pior notícia que poderia receber mas estava enganada! Após fazer o PET veio a bomba, estava com metástase no fígado e óssea!! Lembro que só chorava e tentava entender como isso era possível!! Não tinha casos de câncer direto na família, nunca fumei, não bebo, me alimento bem, o que será que fiz de errado? Será que sou uma pessoa tão ruim assim para merecer isso??

Comecei a quimio em Novembro (como os exames demoram!!) e ficou definido que faria 6 ciclos! Meu médico me relatou tudo o que eu poderia ter como efeito colateral e me falou da inevitável queda dos cabelos. Até hoje me surpreendo quando paro pra pensar. Não tive NENHUM efeito colateral! Não senti enjoo, não tive diarreia, não tive vômitos, mas os cabelos caíram (o que foi muitooo difícil de lidar). Fazia a quimio num dia e já estava trabalhando no dia seguinte normalmente!

No inicio de Abril refiz o PET e para minha maior alegria tive uma resposta excelente ao tratamento, 100% do câncer saiu! Até meu médico ligou chorando pra meu marido de felicidade!!

A quimio acabou e agora terei que fazer o acompanhamento e tomar o tamoxifeno diariamente.viviane bernardo

Quis contar um pouquinho da minha história por que se eu puder ajudar alguém com ela ficarei muito feliz! Quando recebemos um diagnóstico desses é muito difícil e só quem está passando por isso entende. Tive uma corrente muito forte de orações e pensamentos positivos e não tenho a menor dúvida de que foi Deus quem me acompanhou durante esses 6 meses e me curou dessa doença!

Hoje quando penso no que passei não acho que isso aconteceu comigo por que eu era uma pessoa ruim. Pessoas ruins não levam esperança, nem fé aos outros. Aconteceu comigo por que eu sei que a minha história pode ajudar muita gente a entender que tudo nessa vida é possível se você acreditar e tiver fé!!

Em relação a minha alimentação não mudou muita coisa por que sempre me alimentei bem (um dos fatores que jamais me levariam a crer que isso aconteceria comigo um dia…) então hoje evito alimentos super processados e industrializados que às vezes consumia pela praticidade e em função da correria do dia a dia…O que mudou foi em relação a atividades físicas que, confesso, nunca fui fã e como vivia consumida em trabalho, não priorizava isso.

Obrigada pela oportunidade e se alguém quiser entrar em contato comigo para saber um pouco mais sobre meu tratamento ou se só quiser conversar estou a disposição!!!

Queria te agradecer mais 1 vez pelo seu livro, que me ajudou muitooo! Não escrevi no primeiro email mas encontrei seu livro por acaso numa livraria 3 dias depois do diagnóstico e me identifiquei muito com a sua história!

Bjs,

Vivi”

Viviane Bernardo “Vivi”
31 anos, casada
Câncer de mama com metastase no figado e nos ossos
Rio de Janeiro, RJ– Brasil

Obrigada Vivi por compartilhar sua história e seu maior aprendizado. Todos nós desejamos muita saúde e uma vida cheia de significado e propósito.

Participe também! Qual é sua história? O que faz vibrar seu coração? O que te dá força? Conte para mim, conte para nós….AQUI:)

Se quiser conhecer as outras histórias, já publicadas, basta clicar AQUI, nas Histórias que Inspiram.

Siga também:
Instagram e Twitter @minhavidacomigo
Facebook https://www.facebook.com/MinhaVidaComigo
Youtube https://www.youtube.com/user/vaniacastanheira

3 Comentários to “Viviane Bernardo – Historias que Inspiram #66”

  1. Ludmila
    6 de julho de 2016 às 11:17

    Olá Vânia e Viviane,

    Gostaria muuuuito de entrar em contato com a Vivi! Como faço?

    Saúde para todas!

    Beijos

  2. Manuela Chaves
    19 de junho de 2016 às 05:25

    Parabéns pelo seu testemunho positivo. Também tenho cancro de mama confirmado a 8 deste mês. Serei operada na próxima quarta feira dia 22. Estou cheia de esperança pois tenho um grande apoio da família e amigos e muita oração. Que era de mim sem fé.andaria perdida. Muitas felicidades e parabéns por estar curada. Espero em pouco tempo dizer o mesmo. Beijinhos

Escreva um comentário

*