Tamoxifeno no tratamento do câncer

Um câncer de mama não é apenas “um câncer de mama”, com causa e tratamento igual para todos os casos. Dentro do tipo de câncer, existem vários sub-tipos, várias características que formam a identidade de cada caso. Já falamos aqui de uma das identidades do meu tumor, cujo resultado veio do Anatomopatologico (neste post). Este diagnostica a doença e estabelece o estágio do câncer.

Para além disso, os médicos precisam saber qual o subtipo molecular do tumor, através da análise Imuno-histoquímica (feita em laboratório). Este verifica se o tumor tem algumas proteínas (HER2, Ki-67, p53) e se é receptor a alguns hormônios (estrógeno e progesterona). Quando os tumores são positivos para o estrógeno e progesterona, depois dos tratamentos, homens e mulheres, têm que fazer hormonoterapia, através de um comprimido oral diário durante 5 (ou 10) anos, como por exemplo, o Taxomifeno. Este é aquele caso quando as mulheres dizem “o meu câncer foi hormonal”. A principio elas ficam tristes mas no fundo este é “o melhor cenário”. Isto porque a origem do câncer delas é detectada e “facilmente” tratada (diferentemente do Triplo Negativo). No entanto, este tratamento tem alguns efeitos colaterais e afeta, principalmente, as mulheres mais jovens.

terapia-hormonal-2

Todos os dias recebo e-mails de mulheres incomodadas com o Tamoxifeno. Ondas de calor (devido à menopausa induzida) e dificuldades para emagrecer são as maiores reclamações.  E por isso resolvi falar com a Dra. Andréia Melo*, Oncologista, especialista em Ginecologia, da Oncologia D’Or, para nos esclarecer algumas dúvidas.

O que é o Tamoxifeno?

“Certos tipos de câncer de mama expressam receptores hormonais e exigem estrogênio para crescer. O tamoxifeno bloqueia as ações do estrogênio, um hormônio feminino.”

 Quais são os efeitos colaterais do uso de Tamoxifeno?

 “Os efeitos colaterais relatados devido à ação anti-estrogênica (bloqueia os efeitos do hormônio estrógeno no organismo) da droga são principalmente as ondas de calor, o sangramento vaginal, o prurido vulvar e o corrimento vaginal.

Efeitos colaterais gerais como náuseas, erupção cutânea, intolerância gastrintestinal, tonteiras e, ocasionalmente, retenção de fluidos podem acontecer.

Há um pequeno aumento de risco na ocorrência de trombose, quando existe a incidência de tumores de endométrio e alterações das enzimas hepáticas entre as pacientes que fazem o uso de tamoxifeno.”

Como lidar com os efeitos colaterais do remédio?

 “A maior parte dos efeitos colaterais do tamoxifeno podem não precisar de cuidados médicos. Como o corpo da mulher se acostuma com a medicação estes efeitos secundários podem desaparecer a medida que o tempo passa. Se os efeitos colaterais persistirem, pode ser necessário suspender o tratamento, mas isso ocorre muito raramente. É indicado sempre consultar o seu médico quando ocorre sangramento vaginal inesperado ou quando há algum sinal de trombose (perna inchada, dolorida).”

As mulheres relatam que, por entrarem numa menopausa induzida, têm dificuldade em emagrecer. Tem alguma dica quanto a isso?

A dica é ter uma dieta balanceada, saudável e praticar atividade física regularmente. Essas intervenções além de diminuir o ganho de peso, também diminuem o risco de uma recidiva.

Ouvi relatos de que o uso do Tamoxifeno pode aumentar os riscos de ter câncer no útero. Faz sentido?

Isso é verdade. O uso do tamoxifeno está relacionado a um pequeno aumento no número de câncer de endométrio. Por essa razão é importante que a paciente sempre procure o seu médico quando tiver em uso do remédio e tiver algum sangramento vaginal inesperado.

Obrigada Dra. Andréia pela disponibilidade. O tratamento com o tamoxifeno é longo, dura anos. Como tal, quanto mais soubermos como lidar melhor com os seus efeitos colaterais, mais qualidade de vida teremos. Se ficou com alguma dúvida, escreva abaixo, nos comentários.

Um beijo no coração,

Vânia

*Dra. Andréia Melo – médica oncologista da Rede D´or e presidente da Associação de Pesquisa Clínica (APC)

 
ca%cc%82ncer-foi-minha-cura-o
 

Assine o Blog

Receba as novidades e publicações no seu e-mail. Obrigado.

Siga também:
Instagram e Twitter @minhavidacomigo
Facebook https://www.facebook.com/MinhaVidaComigo
Youtube https://www.youtube.com/user/vaniacastanheira

65 Comentários to “Tamoxifeno no tratamento do câncer”

  1. 4 de junho de 2018 às 00:57

    Entre em contato tenho interesse em adquirir o livro,tive ca de mama, tomo tamoxifeno a quase dois anos e sofro muito com os efeitos, ja tive vontade de parar de tomar, ja nao posso engravidar esse sinho somente um milagre de Deus, tenho 45 anos, entrei na menopausa precoce, gostaria de ter um pouco mais de esclarecimento relacionado a minha alimentação, e que médico devo procura pra me ajudar nesses efeitos de ondas de calor, insonia, meus ossos dinto q estao mais fracos, as indas de calor me deixam muito nervosa, nao sei mais como conviver com isso, faz mal ao estomago, as vezes sem paciência ,mal humorada…

  2. Ana Cleia dias nascimento
    26 de abril de 2018 às 07:55

    Estou tomando tamoxifeno

  3. Rosa Dolacio
    10 de março de 2018 às 17:03

    O Tamoxifeno prejudica os ossos? Estou preocupada por que tenho Osteoporose, Osteopenia, Artrose nos dois joelhos. Tenho 81 anos, acha que vale a pena por em risco todo corpo?

  4. Maria Luisa Araujo
    6 de março de 2018 às 17:33

    Está insuportável minhas noites, depois que comecei a tomar Tamoxifeno. Muitas onda de calores, do pescoço pra cima, chegando a pingar , a molhar travesseiro. Passo a noite toda me movimentando, indo lavar rosto, tomando agua gelada, ventilador. Qdo é de manhã, estou com muito sono, pq não dormi bem. Outros efeito colateral, é a fome que sinto, um oco no estomâgo horrivel, minha circunferencia abdominal alterou, estou tentando alimentação mais saudavel para ajudar. Será que a maioria das mulheres passam por isto ? Estou tomando há 6 meses, será que vai acabar estes calores ? Abs

  5. Dagmar menezed
    13 de julho de 2017 às 01:16

    Boa-noite!
    Faço tratamento com tamoxifeno a quase um ano e cada vez mais aumenta as ondas de calor principalmente a noite será que deveria falar com meu médico para trocar de remédio.

Escreva um comentário

*