Franceane Riedel – Histórias que Inspiram #40

Atualmente“Eu Sou a Fran (Franceane)! Sou brasileira, nascida em Vitória/ES, tenho 35 anos e há três anos, moro em Esslingen, uma encantadora cidade, localizada no sul da Alemanha. No ano de 2011 me casei com o amor da minha vida e há quase dois anos, somos os “papais” da Zoe, uma Mittelspitz cheia de docura e personalidade. Sou uma dona de casa estabanada, risonha, chorona e muito, muito falante. Amo o outono, a neve e o Natal. Gosto de cozinhar (eu tento!), falar, pedalar e viajar.

Em dezembro de 2012 fui diagnosticada com câncer de colo do útero e a partir de então, minha vida virou de pernas para o ar.

Tudo aconteceu muito rápido. Começou em uma consulta de rotina no consultorio da minha ginecologista e dali, fui direto para o hospital, onde colheram material para biopsia e fizeram uma limpeza, já que meu colo estava com muito sangue coagulado. Daí para a histerectomia radical (onde foram removidos todo o útero, colo do útero, alguns tecidos próximos ao órgão, gânglios linfáticos e a parte superior da vagina) passaram apenas 18 dias e foram períodos muito difíceis.

Nao me lembro de passar uma noite sequer sem chorar… Estive 12 dias internada, reaprendendo a respirar, a caminhar. Nunca vou esquecer o dia em que consegui caminhar por aquele longo corredor do hospital. Com a ajuda da fisioterapeuta, cheguei à varanda e acreditem, chorei ao sentir em meu rosto aquele vento gelado. E ver a neve me trouxe a certeza de que era um recomeço. Deus estava me dando mais uma oportunidade de ser ainda mais feliz.

Antes do câncer

Antes do câncer

De volta para a casa, foram 3 meses, onde meu esposo foi fundamental para minha total recuperação. Os meses se passaram e aos poucos fui voltando a ter uma vida normal. Agora, com uma enorme cicatriz enfeitando o meu abdome sarado ;-). Os médicos decidiram que não havia necessidade de um tratamento complementar à cirurgia, já que todos os exames mostravam a ausência de mais tumores.

Segui apenas com rigorosos controles trimestrais. Confesso que demorei a me aceitar com aquela marca, que diariamente me lembrava tudo que eu havia passado. Foi difícil mas, com a ajuda do meu esposo, família e amigos, eu consegui vencer esta primeira etapa.

Infelizmente, no começo de 2014 algo estava, digamos, estranho, com os últimos resultados dos exames. E para terem certeza do que se tratava, precisei passar por mais alguns 1.389.452 mil exames… Ops, brincadeirinhaaaaa! Quaaaase isso!!! Foram semanas de tensão e muito medo. Rapidamente, os resultados foram confirmados e eram três novos tumores, na mesma região e precisei passar por uma pequena cirurgia para colocarem um cateter, já que um destes tumores estava bloqueando o meu rim direito. Depois disto, meus médicos decidiram que precisaria passar por 9 semanas de tratamento, com sessões de radio e quimioterapia (juntas), na tentativa de diminuírem os tumores.

Após ouvir isso eu desabei… Por alguns instantes a cabeça parou e pirou, os pés perderam o chão e a palavra “quimioterapia” soava de forma assustadora. Eu estava com medo! E naquele momento, receber um abraço apertado do meu marido, que sempre esteve ao meu lado, foi a certeza de que a vida não acabaria ali e mesmo com todas as dificuldades que estavam por vir, nós estaríamos juntos, para qualquer coisa, SEMPRE!

Enfim, foram semanas difíceis mas, eu estava decidida a tornar este caminho mais leve e para isso, usaria a melhor arma: minha alegria e senso de humor. Cada dia naquele hospital fui ficando mais forte, também recebi “poções mágicas” e nelas, depositei a minha fé e certeza de que, o amanhã seria melhor e com menos lágrimas.

Foi difícil mas, a cada obstáculo, eu tinha a certeza de que não estava sozinha. Hoje, seis meses após a ultima quimio, os resultados apontam que os tumores não sumiram mas, diminuíram relativamente. Há algumas semanas, publiquei o meu blog, um pedacinho de mim, do meu mundo, da vida aqui na Alemanha e onde relato também, detalhadamente, a minha experiência contra o câncer. É um sonho que aos poucos ganhará forma, vida.A família

“De tudo que passei até aqui, ficou a certeza que a vida querida, linda e preciosa demais para não aproveitarmos ao máximo tudo que ela nos oferece. Sorrimos com as coisas boas e crescemos com as situações ruins. Cada Segundo é precioso e único. Aprendi que  tudo na vida merece uma atitude! E a cabe a cada um, escolher ser feliz ou não! E eu escolhi ser feliz, sempre!”

Franceane Riedel (Blog: vidaquerida.com)
35 anos, casada
Câncer cervical
Esslingen, Alemanha
 

Obrigada pela força e pela mensagem querida!Parabéns pela perspectiva que tem sobre a sua situação e por querer viver para ser feliz. No final isso é o que importa mesmo.

As nossas histórias dão um sentido à nossa vida e ajudam a vida dos outros. Qual é sua história? O que faz vibrar seu coração? O que te dá força? Conte para mim, conte para nós….AQUI. :) Também quero histórias de homens! Se quiser conhecer as outras histórias, já publicadas, basta clicar AQUI, nas Histórias que Inspiram.

Beijo no coração ;)

 

Assine o Blog

Receba as novidades e publicações no seu e-mail. Obrigado.

Siga também:
Instagram e Twitter @minhavidacomigo
Facebook https://www.facebook.com/MinhaVidaComigo
Youtube https://www.youtube.com/user/vaniacastanheira

4 Comentários to “Franceane Riedel – Histórias que Inspiram #40”

  1. Elizabeth
    9 de abril de 2015 às 11:34

    France..Acho que descobrimos, com essa “doença”, que somos bem mais fortes do que imaginávamos ser!
    Linda sua história, sua família e sua luta! Nunca desista! Tenha sempre fé e aproveite o máximo todos os momentos de sua vida! Viva cada dia de uma forma especial! Abraços!

  2. 29 de março de 2015 às 16:31

    Cada historia tem seu valor e merece ser compartilhada para mostrar que depende muito mais de cada um para que as próximas páginas sejam de vitoria. Um brinde a vida que é maravilhosa por tantos motivos.

  3. Josemara Patrocinio
    28 de março de 2015 às 09:42
  4. Giovana Ramos Siqueira Cardoso
    27 de março de 2015 às 12:42

    Essa é minha linda irmã. Guerreira e vencedora. Emocionante ler seu depoimento. Te amo. Bjs

Escreva um comentário

*