MammaGene, Oncotype, MammaPrint e Symphony- O que são? E quando valem a pena?

Os nomes são legais. Demonstram alta tecnologia e medicina avançada. Para muitas é até uma solução milagrosa que pode ditar quem vai e quem não vai fazer quimioterapia. Ambos analisam o tumor que foi retirado da mama. Não são cobertos pelo convênio médico nem realizados pelo SUS (ainda!).

Mas afinal o que são estes exames?

Oncotype (dos Estados Unidos e representado no Brasil pelo grupo Fleury)- é um teste genético que analisa 21 genes contidos no tumor retirado da mama. Funciona apenas para os tumores positivos para estrógeno (quem dita isto é a histoquímica – veja AQUI) e que não tiveram a necessidade de fazer esvaziamento axilar (não é o meu caso – o meu é triplo negativo – explico melhor estas designações AQUI), ou seja, mulheres que estão no início da doença. Ele vai verificar a probabilidade de o tumor voltar nos próximos dez anos, tendo em conta uma base de dados preexistentes de outras mulheres que tiveram o mesmo tipo de tumor. E, consonante ao resultado, o médico decide pelo uso, ou não, da quimioterapia, para além do tratamento hormonal. Muitas vezes, a quimioterapia não se justifica, tendo em conta que não vai trazer nenhum benefício para o tratamento da paciente.

MammaPrint (Holandês) – foi desenvolvido pela empresa Agendia e é comercializado pela Gencell Pharma. Ele avalia o perfil de expressão de 70 genes para avaliar o risco de recorrência do tumor e indicar a necessidade de realização de quimioterapia. É o único teste deste tipo que possui nível 1A de evidência. Seu resultado pode indicar baixo risco e neste caso não há indicação molecular para a realização de quimioterapia ou alto risco, indicando a necessidade de quimioterapia.

Blueprint – é um teste que indica o subtipo molecular do tumor através da análise do perfil de expressão de 80 genes e auxilia o médico na tomada de decisões sobre o melhor tratamento para a paciente. Também comercializado pela Gencell Pharma, como o Mammaprint.

Symphony (Holandês e representado no Brasil pela Gencell Pharma) – Era uma combinação do MammaPrint, TargePrint e BluePrint mas não existe mais.

genes cancerDesvantagens:

  • o preço;
  • se o resultado der entre 40 e 60% é dúbio, o que significa que vai ter que fazer quimioterapia de qualquer jeito (e já gastou os tantos mil);
  • o teste é baseado em casos de mulheres que já passaram por isto. No entanto, cada vez está mais provado que cada caso é um caso;
  • Só funciona para as mulheres que tiverem o sub-tipo de câncer de mama Luminal A (positivo para estrógeno e negativo para HER2). Ou seja, HER2 positivo, triplo negativo  e axilas doentes com mais de 3 linfonodos positivos não têm indicação para realizar qualquer um destes exames pois precisam realmente de quimioterapia. No entanto, nos casos do Luminal A, fazer o Mammaprint (o mais indicado atualmente) pode ajudar muito.

De qualquer forma, fale com o seu médico e discuta as possibilidades que você tem, no seu caso especifico. O seu médico é o mais indicado para sugerir o melhor tratamento para a paciente. A medicina está cada vez mais avançada e devemos usufruir do que ela nos traz de bom. No entanto, não precisamos nos sujeitar a tudo e mais alguma coisa. Afinal não somos “ratos de laboratório” e nem dispomos de tantos recursos financeiros.

Um beijo no coração e bom fim de semana,

Vânia

Nota - Post atualizado em Julho de 2017.

Siga também:
Instagram e Twitter @minhavidacomigo
Facebook https://www.facebook.com/MinhaVidaComigo
Youtube https://www.youtube.com/user/vaniacastanheira

28 Comentários to “MammaGene, Oncotype, MammaPrint e Symphony- O que são? E quando valem a pena?

  1. 15 de fevereiro de 2017 às 11:09

    Oi Vania, achei muito esclarescedora essa matéria, obrigada por seu empenho e dedicação em dividir tantas informações úteis. Gostaria de tirar uma dúvida, o meu subtipo é o luminal b, seria válido fazer o exame?

  2. Andrea Godoy
    7 de fevereiro de 2017 às 05:36

    Obrigada por dividir a informação.
    Tive um liminal A; meu médico pediu o oncotype.
    Não entendi a diferença dele pro mamagene…
    Como a diferença de custo é considerável, pelo q vi aqui; como faço p fazer esse exsme em botucatu?
    Muito obrigada!

  3. Rosemari
    2 de maio de 2016 às 19:36

    Vania pelo que vi aqui nos comentários as postagens não são tão atuais.
    Meu caso se enquadra na indicação de fazer esses testes, oncotype ou mammaprint.
    Verifiquei que o oncotype o lab. Fleury está realizando, o valor é de R$ 19.300,00.
    Liguei nesse telefone que você indicou no seu comentário, onde realiza o mammaprint, R$ 13.500,00, mas pela forma como fui atendida fiquei com receio do laboratório.
    Você poderia me ajudar confirmando sua indicação, ja que vc mencionou que realizou o teste através dele e se sucedeu tudo bem.
    Desde já agradeço sua atenção

    • 4 de maio de 2016 às 12:07

      Olá Rose,
      eu não fiz nenhum destes exames porque o meu câncer foi um triplo negativo. Eu fiz o post para mostrar as alternativas e porque eu fui enganada. 2 médicos, que sabiam que eu tinha o triplo negativo, queriam que eu fizesse o mammagene sendo que eu teria que fazer quimioterapia de qualquer jeito. Estes exames só são interessantes em alguns casos e, podem realmente tirar a pessoa da necessidade de fazer quimioterapia. Por isso é importante sabermos o máximo de informação.
      Beijinhos,

    • Cleide de LIma Rodrigues
      4 de maio de 2016 às 17:29

      Eu fiz o mammagene,em Botucatu, deve estar mais ou menos 5 mil, nao precisei fazer quimio

      • Luzia Silva Mendes
        30 de setembro de 2016 às 11:48

        Prezada Cleide
        O meu caso se enquadra no teste. O oncologista indicou o oncotype, mas se há possibilidade de fazer de fazer outro aqui no Brasil e a um custo menor, seria mais interessante. Você pode me orientar a entar a respeito dos procedimentos para a realização em Botucatu?
        Grata,
        Luzia

      • Sérgio
        21 de novembro de 2017 às 11:12

        Qual o nome do laboratório em Botucatu?

      • Roberto
        21 de novembro de 2017 às 11:19

        Boa tarde, poderia passar o contato de Botucatu com a máxima urgência.

        Obrigado

    • Marcela
      21 de julho de 2016 às 15:36

      Boa tarde Rose, onde vc fez seu exame? Tb estou c receio se fazeé com a Larissa. Preciso de uma indicação urgente. Obrigada

Escreva um comentário

*