Quimioterapia?!?!?!? Divórcio!!!

Já falamos AQUI, algumas vezes sobre o sexo durante a quimioterapia e dei algumas dicas de como lidar com o maridão durante este período. No entanto, tenho recebido e-mails com histórias mirabolantes de mulheres que se divorciaram enquanto estavam em quimioterapia. Fiquei assustada com a primeira história e depois não paravam de chegar. Umas foram abandonadas, outras estão mais felizes assim, outras não entenderam e outras, já uns tempos depois entenderam que talvez tenham sido elas a abandonar os maridos. O que é certo é que fui atrás de pesquisas e falei com a minha amiga Psicóloga e Terapeuta Sexual (vão ouvir falar muito dela aqui), Ana Cristina Borges, sobre este assunto. E foi uma conversa super interessante. Vejam abaixo as palavras dela. vania castanheira quimioterapia e sexo “Algumas pesquisas apontam que grande parte dos companheiros das mulheres que recebem diagnostico de câncer de mama, as abandonam antes, durante ou após o tratamento. Será Medo? Covardia? Aversão ao novo corpo? Claro que são singulares os motivos de cada um dos casos. Porém, quando ouvimos o discurso das pacientes que estavam acompanhadas antes do diagnostico e que, até ao fim do tratamento, se declaram abandonadas, percebemos que nem sempre esse abandono foi tão passivo. Grande parte das mulheres afastam-se consciente ou inconscientemente dos parceiros por motivos como: poupa-lo de sofrimento, adiantar-se ao medo de ser rejeitada e rejeitar primeiro, vergonha do corpo ou dos sintomas do tratamento. O diagnostico e o tratamento geram sentimentos e inseguranças que invadem a vida do casal e transformam a vida íntima. Diminuição de libido, dificuldade em atingir o orgasmo, falta de desejo, disfunções eréteis do parceiro ou mesmo grande período de negação à atividade sexual. A cura e a vida tornam-se o maior desejo dessas pessoas e a atividade sexual passa a ser deixada de lado. “É muito importante cuidar da relação com o parceiro e não usar “a melhor cara” para mostrar-se dona da situação ou a pior cara pedindo me abandone pois nada mais sou”. Se a relação é significativa para ambos, ela será nas belas praias da Indonésia, no centro cirúrgico, nos orgasmos múltiplos alcançados ao luar ou na troca de curativos. Um parceiro pode sim não dar conta de fazer parte de uma história com obstáculos e ter o direito de abandonar o enredo, mas a dona da história não deve tirá-lo de cena por medo ou receio! Mulheres e homens desejam e são desejados se completos, inteiros e seguros. O maior combustível do desejo são as fantasias, então use e abuse da criatividade.” Gostaram? Pois é? Como é que eu tenho dito? O importante é usar a cabeça e ser criativa. Esquecer se estamos bonitas ou feias e assumirmos a diva guerreira que vive dentro de nós! Nesta e qualquer outra situação em que a nossa autoestima fica afetada. Obrigada Cris 😉

* Ana Cristina Borges Monteiro de Barros (vamos trata-la como Cris Borges)- Psicóloga Clínica, Especialista em Sexualidade Humana. Terapeuta sexual, sexóloga e psicóloga Perinatal no IAM SJCampos. Fundadora e Coordenadora do Espaço Gerando Vida- CIA GESTANTES – cia Athletica. Atende na Clinica Cará. (12) 3922-4146
 
 
 
Me siga também no facebook (https://www.facebook.com/MinhaVidaComigo) e no Instagram (@minhavidacomigo).  Bye Bye ;).
 

Siga também:
Instagram e Twitter @minhavidacomigo
Facebook https://www.facebook.com/MinhaVidaComigo
Youtube https://www.youtube.com/user/vaniacastanheira

9 Comentários to “Quimioterapia?!?!?!? Divórcio!!!

  1. 20 de dezembro de 2016 às 04:03

    A minha esposa fui operado au da mama esquerda fui a 1ano e 6mese total ficou mesmo sem bico bon mas para homem não me fez defirencia et sempre a appoei du melhor que pode porque eu algum tempo no estrangeiro mas sempre que posso venho a Portugal todos 30 dias mas ou problema é que minha esposa rejeita me até já me disse para arranjar outra não percebo porque eu adoro a minha esposa com quase 25 anos de casamento

    • 22 de dezembro de 2016 às 20:32

      Olá Cristóvão. Obrigada por esta grande e profunda partilha. Para a sua mulher tem sido uma fase muito dura em que provavelmente se sente menos bonita é desejável para o seu marido. É uma fase difícil e que para ultrapassa-lá muitas vezes é fundamental recorrer a especialistas.
      Talvez uma terapia de casal ou individual ajude a lidar e ultrapassar este problema. Penso que avaliar a situação hormonal também poderá ser importante. As hormonas são aqueles “bicharicos” que muitas vezes condicionam o desejo. E os tratamentos mexem muito com elas.
      Um Feliz Natal e que 2017 vos traga muita união e felicidade.⁠⁠⁠⁠
      Vânia

  2. Rúbia
    2 de outubro de 2015 às 00:16

    Meu marido companheiro e apaixonado mudou por completo quando descobri que tinha câncer de mama, tentou separar no meio do tratamento eu implorei para que não fosse embora, logo que o tratamento acabou nos separamos por vontade dele, infelizmente eu vivi uma mentira durante quatro anos da minha vida.

Escreva um comentário

*